Lieder

| Alle | A | B | C | D | E | F | G | H | I | J | K | L | M | N | O | P | Q | R | S | T | U | V | W | X | Y | Z |
A Capoeira é assim
A Capoeira tem vida
A iuna ta me chamando
Maculele jorou vinganca
A roda levantou quando Camisa chegou
A vida que guarda surpresa
A volta do mundo
Abadá de coração
Abadá me leva
Ajuda por favour
Angola é jogo mandingado
Angola que me leva
Armas Brancas
Armor do canavial
Auê auê parana

Berimbau querer
Bahia da Capoeira
Balança o corpo
Balanço do coqueiro
Balanço do mar
Baraúna caiu
Berimbau me leva è
Berimbau rodou mundo
Berimbau tocou
Berimbau chora
Boa noite

Capoeira eu não sou daqui
Chama eu
Cajuê
Canavial
Capoeira Abadá
Capoeira brincando com a vida
Capoeira de Angola
Capoeira essa arte brasileira
Chama seu Bimba
Chora viola ê
Chorou Bahia
Corda de valor
CORRIDOS

Deixa o berimbau falar
Dendê
Dendé maré
Dendê maré (He aê)
Dia de festa
Do jeito do mestre
Do outro lado do mar

EEncontrei voce no barracao de Waldemar
Eu deu um nó na ponta
É a magia do meu berimbau dendê
É, Idalinha
E lai la, le le o
É meu céu
e quando o gunga me chama, que eu vou
Eeeh Luanda
Ê lala ê la ê la
Entra na roda sem medo
Estrela que birlha no ceu da Bahia
Eu disse camarade que eu vinha
Eu fui lá no Zumbimba
Eu gosto jogo de dentro
Eu grito Aié
Eu ia devagar
Eu queria morar na Bahia
Eu sou Capoeira
Eu sou negro Nagô
Eu sou negro Nagô
Eu vim na hora e
Eu vou eu vou eu vou eu vou

Faca de Ponta
Faca de Tucum

Gosto de capoeira
Grito Karajá

Historias
Historia de Lemba
Historias de areia (areia do mar)

Jogo da Bassûla
Jogo de dentro, jogo de fora

Lua cheia no cais
La vou eu
Leva eu pra Angola
Leva eu, leva eu pra vadiar
Luanda eu volto

Mandinga demais
Maré Baixa
Maré Brava
mare mansa
Maria Bonita
Mathemática da Capoeira
Me leva berimbau me leva para Angola
Me leva na Bahia
Mensagem de Bimba
Mestre Bimba tocava sentado
Meu mundo
Minha terra é Cambinda
Moleque é tu

Não sou nada sem Capoeira
Nascia no cativeiro
No balanço do mar

O Idalina não posso me atrazar
Olha minha mandinga sou mandingeiro
Olho vivo
Onde esta o negro sinha

Paz na Capoeira
Pedro Cem
Por que será
Pra lhe vê
Presença de mestre Bimba
Preta Ba
Pula pau

Quem nunca jogou capoeira
Quem sabe responder
Quem sou eu

Reza de Besouro
Rio de Janeiro
Roda do Barraçao (Vinhá de Ilhá de Maré)

Semente do n´golo (vou navegar)
Sinha Mandou Chamar
Sai de Luanda pra jogar la em Benguela
Sai sai sai
Salomé
Santa Maria
Santo Amaro
Saudaçoes desde Angola pessoal
Saudade da Bahia
Se gunga chamar
Sinto vazio no peito
Soltei meu barco pelo mar
Sonho de menino
Sou abada capoeira
Sou eu (Version 1)
Sou eu (Version 2)
Sou eu Humaitá
Sou mandingueira
Sou um barco na imensidão do mar

Tempos que não voltam mais
Sai de Luanda pra jogar la em Benguela
Toca o berimbau viola
Toque de guerra
Ta na hora de jogar
Tem dendê
Tem Dendé
Tim,tim, tim Aluandé
Tindo Lele au cauisa
Toca berimbau, tocador
Tristeza de aidé
Tudo na vida tem seu momento
Tumba la e ca

Volta p´ra Bahia eh-eh
Valente Besouro
Velha Bahia
Vento que balança a cana nocanavial
Viola de Waldemar
Viva Bimba e Pastinha
Vôo da Iúna
Madeira boa (Vou esperar a lua voltar)
Semente do n´golo (vou navegar)
vou navegar
Vou no balanco das ondas
Vou pra Bahia